Amiguinhos Amados


Para Interagir Conosco, Clique Na Imagem.

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Bichinhos - Agradecimento


Sinceros agradecimentos a todos os amigos e seguidores deste Blog!!
Desejamos um Ano Novo Feliz repleto de realizações!!
Pepinho( a estrelinha mais brilhante de céu )
Xixo ( um gatinho muito sapeca )
e
Verena

Bichinhos - Xixo


Xixo o mais novo membro da família
Um bichinho muito sapeca!!!

sábado, 26 de dezembro de 2009

Bichinhos - Parque para cães



Para muitos de nós este é um conceito totalmente desconhecido... mas se procuramos por Dog Park no Wikipedia vem a seguinte descrição: Local feito propositadamente para cães exercitarem e brincarem. Em um ambiente controlado e sob a supervisão dos seus donos (A dog park is a facility set aside for dogs to exercise and play off-leash in a controlled environment under the supervision of their owners). Os parques podem ser variados mas normalmente são constituídos por um gradeamento com pontos de entrada e saída com portas, drenagem adequada, bancos para os donos, local com sombra para os dias mais quentes, agua, material para se poder apanhar as "necessidades" e caixas do lixo tapadas. Em alguns parques dos Estados Unidos até existe lagos onde os cães podem nadar assim como separação de espaços para cães menores.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Bichinhos - Lambida de cães é sinal de afeto?


Em grande parte das vezes, é. Em uma matilha, o cachorro ou o lobo lambe os animais de que gosta. Atitudes como essa, antes reservadas apenas aos membros de sua própria espécie, passaram a ser aplicadas a seres humanos – em especial aos donos – quando os cães foram domesticados. Além de afeto, a lambidela pode ser uma demonstração de reverência

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Bichinhos - Depressão


Tratar o seu bichinho pela lei da compensação pode deixá-lo extremamente ansioso. Existem muitos donos que se sentem culpados de deixarem seus cães sozinhos, e tudo vira um grande drama. Ao sair, a separação se transforma num adeus do tipo final de Casablanca, com despedidas lacrimosas, emocionadas, e beijos sem-fim acompanhados de frases ditas num tom de voz choroso, triste, que faça o cachorro se sentir inseguro, como se algo de ruim estivesse lhe acontecendo como: “Fica bem, meu amor, a mamãe não vai demorar!”.

Em compensação, a chegada mais parece uma festa-surpresa de aniversário, com muita gritaria de sua parte e ganidos da parte dele. Ao abrir a porta, o dono se vê obrigado a jogar no chão tudo que tem nas mãos para poder dar conta do verdadeiro ataque de pulos, lambidas, chorinhos e brinquedos na boca com que o cão o recebe.

Solução:
Não transforme a sua saída de casa em um momento desagradável para o seu cão. Para um cão, é natural esperar pelo dono. É como se estivesse aguardando o líder da matilha voltar com a caça para distribuí-la entre os membros que ficaram. Essa espera é normal para ele, portanto haja você também com naturalidade. Quando o dono não lida com essa situação de forma natural, saudável para o cão, acaba estimulando um comportamento inadequado no cão. É bastante comum, principalmente cães muito submissos, adquirirem desvios de comportamento por causa disso. O cão pode passar a manifestar diversas manias, como se mutilar, correr atrás do rabo de forma excessiva, doentia, lamber as patas até ficarem feridas. Se o cão apresentar problemas como esses, deve ser levado a um especialista, para que se tente, pelo menos, amenizar o problema.

Depressão:
Os cães também estão sujeitos a depressão, e elas podem ser circunstanciais ou patológicas. Entre as principais causas da depressão estão: pouca atenção dada ao cão, morte de algum membro da família ao qual ele era bastante ligado, morte ou separação de outro cão ou animal da casa, trauma por violência, adestramento muito punitivo, atropelamento, idade avançada. Os sintomas são relativamente fáceis de perceber. O cão fica quieto, não se interessa por comida, dorme muito e em alguns casos até mesmo choraminga.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Bichinhos - Sono


Os cães dormem muito, em média 9 horas diárias, mas esse tempo pode se estender se ficam muito sozinhos, sem a companhia do dono, longe de agito e do convívio com outros animais ou pessoas.

Sonho dos cães

Foi constatado cientificamente que algumas atividades cerebrais caninas durante o sono são semelhantes as de quando uma pessoa está sonhando. Assim, e quase certo que os cães também sonham, porém oque nossos amigos caninos sonham é praticamente um mistério.
Uma hipótese, seria a maneira de se relacionar com o mundo, com pessoas e outros cães.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Bichinhos - Eles são tudo de bom!!


"Algumas pessoas são a favor das baleias.
Outras,das árvores.
Eu gosto mesmo é de cachorro.
Os grandes e os pequenos.
Os de guarda e os brincalhões.
Os de raça e os vira-latas.
Sou a favor dos passeios,
das corridas e travessuras,
de cavar,coçar,cheirar e brincar.
Sou a favor de parques com cachorros,
de portas para cachorro
e da vida de cão.
Se houvesse um feriado internacional
em que todos os cães fossem reconhecidos
por sua contribuição para a qualidade de vida na terra,eu sería a favor também.
Porque SOU LOUCA POR CACHORROS
e CACHORRO É TUDO DE BOM!!!"

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Bichinhos - Anjos caninos




Existem pessoas que não gostam de cães.
Estas, com certeza, nunca tiveram em sua vida um amigo de quatro patas. Ou, se tiveram, nunca olharam dentro daqueles olhos para perceber quem estava ali. Um cão é um anjo que vem ao mundo ensinar amor. Quem mais pode dar amor incondicional, Amizade sem pedir nada em troca, Afeição sem esperar retorno, Proteção sem ganhar nada, Fidelidade 24 h por dia?Ah, não me venham com essa de que os pais fazem isso, Porque os pais são humanos Se irritam, se afastam. Um cão não se afasta mesmo quando você o agride, Ele retorna cabisbaixo, pedindo desculpas por algo que talvez não fez Lambendo suas mãos a suplicar perdão. Alguns anjos não possuem asas, Possuem quatro patas, um corpo peludo, nariz de bolinha, orelhas de atenção, olhar de aflição e carência. Apesar dessa aparência, São tão anjos quanto os outros (aqueles com asas) e se dedicam aos seus humanos tanto quanto qualquer anjo costuma dedicar-se. Que bom seria se todos os humanos pudessem ver a humanidade perfeita de um cão!

Bichinhos - A criança e os animais




* A criança que convive com animais, é mais afetiva, repartindo suas coisas, é generosa e solidária, demonstra maior compreensão dos fatos, é crítica e observadora, se sensibiliza mais com as pessoas e as situações.
* Apresenta autonomia, responsabilidade, preocupação com a natureza, com os problemas sociais, desenvolve boa auto-estima.
* Relaciona-se com desembaraço com os amigos, tornando-se mais sociável, cordial e justa. Sabe respeitá-los.
* Desenvolve sua personalidade de maneira equilibrada e saudável, sem mais facilidade para lidar com a frustração, liberta-se do egocentrismo.
* Desde os cuidados com aquela planta do vaso da sala aos cuidados com o bichinho que escolheu para ser seu, a criança está desenvolvendo uma nova consciência, onde o meio-ambiente, as questões ecológicas do momento e as questões sociais, políticas e econômicas do mundo, sob uma outra ótica, contará com a colaboração de verdadeiros cidadãos.

CURIOSIDADES:

* Pacientes autistas foram “despertados” de seu estado constante de recolhimento na presença e o convívio com animais.
* Nos lares de pessoas idosas, a presença de um animal aumenta as expectativas de vida.
* A equoterapia (terapia complementar com auxílio de cavalos) é utilizada no desenvolvimento psicomotor de portadores da síndrome de Down e outras deficiências neuropsicomotoras congênitas ou adquiridas.
* Os animais são indicados para pessoas com deficiências sensoriais (cegos e surdos), dificuldades de coordenação motora (ataxia), atrofias musculares, paralisia cerebral, distúrbios comportamentais e outras afecções.
* O cachorro é capaz de pressentir antecipadamente as “convulsões” características da epilepsia quer seja do ser humano ou de outro animal.
* Todos os procedimentos científicos e técnicos vêm confirmar a relação afetiva que os animais são capazes de estabelecer com as pessoas. Além disso, é muito importante lembrar que todos nós interagimos no mesmo ecossistema.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Bichinhos - Roupas em animais?


Use em seu bichinho apenas o que é necessário(para aquecê-lo no inverno,por exemplo).
Cuidado para não ridicularizá-lo.O que pode parecer "bonitinho" para você,pode ser detestável para ele. Não insista se o seu bichinho não quiser usar a roupinha. Roupas de lã podem agravar o quadro de animais alérgicos e provocar muitos nós nos pêlos de raças de pelagem longa.
Roupas em gatos, nem pensar. Estes bichinhos detestam roupas ou qualquer outro acessório.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Bichinhos - Quando o filhote chora


Meu filhote sempre chora durante a noite. O que devo fazer?

O filhote chora porque sente falta da mãe e dos irmãos. Para acostumá-lo gradualmente a ficar sozinho, o ideal é dar um pano com o cheiro da mãe com o qual ele deve dormir. Manter um som baixo e constante vai fazer o cão lembrar da respiração materna e acalmá-lo. Um simples relógio que faça "tic-tac" pode ajudar. Além de dar uma caminha confortável, cansar o filhote com brincadeiras antes de dormir vai fazer com que ele pegue no sono. Se o cãozinho insistir em chorar, não vá até onde ele está. Se o dono for ver o cão toda vez que ele chorar, ele vai entender que, ao fazê-lo, ele é atendido e usará essa tática sempre. O ideal é ter certeza de que o cão está bem antes de dormir e depois ignorar seus chamados.