Amiguinhos Amados


Para Interagir Conosco, Clique Na Imagem.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Bichinhos - Um triste Natal


Sempre vivi na rua, fui arrancada de minha mãe e atirada num valão para morrer. Não compreendo porque sobrevivi. Passei um ano sozinha, catando comida em lata de lixo, sendo enxotada por pés cruéis, agredida por mãos vis. Um dia, por acaso, conheci meu companheiro de infortúnio. Nos apaixonamos. Tive oito bebês, lindos. Todos estão mortos. Meu marido morreu atropelado em novembro, dia quinze. Era um cão feio, mas muito carinhoso. Ajudava-me muito, procurando comida por toda parte e o que encontrava, sempre trazia para nós. Morreu pelas mãos de um grupo de adolescentes humanos, que se divertiu jogando álcool e ateando fogo em seu corpo frágil e magro.
Sozinha, tentei criar nossos filhotinhos. Dois foram atropelados por um carro em alta velocidade: três morreram de cinomose, um foi espancado por uma menina que se irritou com sua presença minúscula e delicada e os outros dois foram trucidados por um homem que não aceitou quando entraram em sua casa para pedirem comida.
Estou só.
Arrasto meu corpo cansado pelas ruas, rezando para que um carro me atropele. Mas o meu suplício não tem fim... Hoje é Natal, a noite foi marcada por fome, tiros e explosões de fogos de artifício. Meus ouvidos estão latejando, vi tantos cães perdidos vagando nas ruas... A tristeza está tomando conta de mim.
Não tenho mais esperança.
Meu marido sempre dizia que a esperança é a última que morre.
A minha morreu antes.
É Natal. Espero que o seu seja melhor que o meu.

7 comentários:

  1. Aiiii que triste!!!!
    Estou aqui com os olhos marejados , não gostei nem um pouco dessa história.Só de saber que ela nãoé a única a passar por isso todos os dias , não só no Natal fico mais triste ainda...

    lambeijos

    ResponderExcluir
  2. Triste , emocionante demais!!! beijos,FELIZ NATAL! chica

    ResponderExcluir
  3. Que triste,aqui na minha rua eu e minhas vizinhas procuramos sempre ajudar os caes que aparecem abandonados,para um que consegue um lar,aparecem 10,as pessoas mas não mudam,mas os ignorantes teem a chance de mudar.

    ResponderExcluir
  4. XIXINHO eu sei que o que contaste é tudo verdade e infelizmente é todos os dias que acontece casos destes, por isso é que eu cada vez peço mais para os meus amiguinhos da rua terem um lar,mas hoje Noite de Natal podias ter contado um caso com milagre!são poucos mas ainda há ,cá em Portugal cada vez á mais pessoas a dotarem animais e começa a ver menos animais abandonados isso me deixa muito feliz
    Turrinhas da tua Kikinha, a mamy chorou muito ao ler a vida desta cadelinha.UM BOM NATAL
    KIKA

    ResponderExcluir
  5. por desgracia, habrán muchos animales en la calle con una navidad y una vida triste,

    ResponderExcluir
  6. Tem coisas muito tristes nessa vida.
    Passei para desejar um feliz Natal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. A realidade é muito triste para os animais, todos fazemos o possível mas nem sempre é o suficiente. Este texto serve para nunca nos esquecermos de quem nos necessita.
    Passei para desejar um Feliz Natal a você e sua família e agradecer o carinho e dedicação que você sempre teve com todos !
    Um grande beijo
    Laís

    ResponderExcluir

Volte Sempre
Lambeijos e Ronrons
Pepi,Xixo,Juja e Jujuba