Amiguinhos Amados

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Bichinhos - Para descontrair...

O sujeito entra numa loja e dá de cara com um enorme cartaz: "Cuidado com o Cão",ressabiado, faz as suas compras sempre atento para alguma eventual surpresa, quando na saída depara-se com um cãozinho que cabia na palma da mão. Então, ele vira-se para o caixa e pergunta:
- Este é o cachorro com o qual eu tenho que tomar cuidado?
- Exatamente - responde o caixa.
- Ele não me parece nem um pouco perigoso!
- E realmente não é!
- Então, por que você colocou o cartaz?
- Porque antes todo mundo pisava nele

                                        
                                            
                                                            
Entrou um cara naquele bar do interior. Levava o cão ao lado. Enquanto pedia o café, um freguês comentou:
- Que cachorrão!
- Campeão do Mundo! - respondeu o dono.
- Campeão de que?
- De luta de cachorro! Não tem para ninguém. Ganhou todos os prêmios.
- Acho que não! - respondeu uma vozinha lá do fundo.
- Que isso! Aposto dez mil reais! - retrucou o dono.
O que havia falado se adiantou e disse:
- Tenho um compadre que mora aqui perto e acho que o seu cão não ganha do dele não. Quer apostar assim mesmo?
- Manda vir!
Meia hora depois, veio um cão magrinho, um tal de Fifiu.
- É essa droga aí que vai vencer o meu Totó?
O pessoal fez a roda. O dono do campeão mal podia segurar o cachorro e o cãozinho do outro nem aí, não dava a mínima. Fizeram as apostas, os bichos foram soltos, o campeão partiu para dentro do Fifiu, que abriu um olho, levantou a pata e - vapt! - deu uma porrada no campeão, que caiu mortinho na hora.
- Ohhhhh!!!! - fez todo mundo.
O capiau, dono do Fifiu, passou a mão na gaita e teve até a dignidade de nem gozar com o desafiante. Quando já ia se retirando com o Fifiu, o dono do cachorro vencido correu atrás dele e disse:
- Quanto o senhor quer por este cachorro?
- Vendo não, é de estima!
- Então me diga como o senhor conseguiu esta potência? É de que raça?
- Sei não - disse o matuto - Já tô com ele há alguns anos. Peguei ele noutra cidade. Tinha lá um circo que ia fechar, o dono do circo deu o bicho para mim, cortei a juba dele e guardei lá em casa.


12 comentários:

  1. Muito booooommmmm! Rir faz muigo bem, amiga!
    Beijocas, minha amada!

    ResponderExcluir
  2. rsss...muito legal e iniciar o dia rindo promete. beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Olà amigos, como vocés esta?
    Amei ler a historia!
    Woof, woof,

    Chicco

    ResponderExcluir
  4. hihihihi

    Muito bom mesmo!!! ;)

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Sogrinha vá ao meu bloguinho
    Turrinha carinhosa e beijinhos da mami
    Kika

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkkkk a primeira é otima! rsrsrsrrss

    ResponderExcluir
  7. Anônimo16:49:00

    Olha que, quanto à primeira, vivi mesmo essa situação. Quando meu pai entrou em casa, disse-lhe logo: cuida... Pronto! Não deu tempo de acabar: já tinha dado um pontapé na Boneca!!!

    Rosa Carioca (PensaSentimentos)

    ResponderExcluir
  8. KKKK...Muito boas as piadas!...rss...essa de pisar no cachorrinho foi demais!...rss...bjs,

    ResponderExcluir
  9. A segunda história é engraçada e triste por fazer a gente lembrar como os animais do circo sofrem
    Lambeijos

    ResponderExcluir
  10. rs...cortar a juba foi ótimo!!Muito boas.bjs e paz.

    ResponderExcluir

Volte Sempre
Lambeijos e Ronrons
Pepi,Xixo,Juja e Jujuba